Secretaria de Educação do Rio de Janeiro aterriza tecnologia Microsoft para manter o ensino e resultados positivos já começam aparecer

Diante do cenário mundial e a fim de evitar aglomerações – em virtude da emergência sanitária vivida por todos os continentes desde março/2020, devido à contaminação pelo Covid-19 e a necessidade de distanciamento social – houve a suspensão das atividades escolares presenciais e nos colocando diante da incerteza em relação à quando as salas de aula poderão voltar a ser ocupadas por nossos estudantes.


A Secretária Municipal de Educação da Cidade do Rio de Janeiro estava em busca de soluções para garantir a continuidade das aulas, visando promover a garantia constitucional de acesso para os alunos, bem como evitar impactos na reposição dos dias letivos, permitindo um fluxo de estudos aos seus mais de 600 mil alunos e 40 mil professores, para que as aulas não parassem e todos fossem atendidos de forma eficaz e com qualidade.  


A Secretária Municipal de Educação da Cidade do Rio de Janeiro viu a necessidade de buscar ferramentas que proporcionassem de fato o vínculo na aprendizagem por meio de atividades remotas , engajando o estudante e o professor, permitindo possibilidades quanto a rotina escolar – mesmo com atividades remotas – para cerca de 600 mil alunos e 40 mil professores, para que as atividades pedagógicas não parassem e todos fossem atendidos de forma eficaz e com qualidade. Desta forma, foi adotado pela SME-RJ o Ambiente Digital de Aprendizagem Microsoft, uma plataforma onde as instituições conseguem administrar sua escola de forma digital, permitindo acesso à educação e diminuindo assim a distância entre alunos, professores e escolas.

A Big Brain| Microsoft Partner, acredita que a tecnologia pode mudar a forma de ensino-aprendizagem e resolver problemas imediatos – como esse que estamos vivendo com Coronavírus – e a longo prazo, quando falamos no pós-pandemia, onde a gestão precisará ser planejada, e o retorno das aulas presenciais reinventadas. 


Por conta disso, urge que cumpramos a missão de empoderar as instituições de ensino no processo de transformação digital. Com essa parceria, utilizamos o ecossistema Microsoft para a gestão de sala, turmas ensaladas, indicadores de sucesso para interação professor/aluno em tempo real, caderno digital e ferramentas para avaliação, aulas ao vivo e gravadas. Uma plataforma completa com tudo em um único lugar, transformando o professor em mediador e, assim, facilitando o aprendizado e a comunicação, além de auxiliar na formação do aluno mais conectado ao mundo que está inserido.

O sucesso de um projeto de tecnologia educacional começa com os professores. Isso significa prepará-los para conhecer as ferramentas que darão suporte para as suas   necessidades   e    de    seus    alunos.    São oferecidas,    aos  professores, capacitações orientadas para as melhores formas de utilização das ferramentas, auxiliando no desenvolvimento de habilidades tecnológicas sob o viés pedagógico.


Nossa solução é muito diferente do que o mercado apresenta: usamos a tecnologia para  a construção do conhecimento. Para fortalecer essa parceria, a Coordenadora de Ensino Fundamental da SME-RJ, Maria Inácia de Alvarenga, nos relatou sobre como está sendo o projeto:


Enxergamos a tecnologia hoje como uma ferramenta que oportuniza um vínculo da escola com os professores e alunos no momento que estamos vivendo. – Maria Inácia Alvarenga ( Coordenadora SME-RJ)

ENTREVISTA


Quem é você e qual seu papel na secretaria? 


Sou Maria Inácia Alvarenga. Atuo na Secretaria Municipal de Educação (SME) da Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro, na Coordenadoria de Ensino Fundamental, como Coordenadora. Nesse trabalho de implementação de ações pedagógicas remotas conto também com três integrantes da equipe CEF, que são: Krisna Leone, Douglas Neves e Uelton Mendonça, coordenado pela subsecretária Rejane Faria da Costa, que é uma entusiasta em relação a esse novo perfil de atuação pedagógica. 


Como vocês estão enxergando a tecnologia hoje e como está sendo o desenvolvimento dos projetos? 


Enxergamos a tecnologia hoje como uma ferramenta que oportuniza um vínculo da escola com os professores e alunos no momento que estamos vivendo.  


Antes da pandemia já utilizávamos algumas ferramentas tecnológicas como possibilidades para engajamento dos alunos com práticas diferenciadas em algumas escolas. Agora na pandemia a necessidade da ampliação do uso das ferramentas tecnológicas se faz mais presente por conta do isolamento social.  


Em nosso município o uso da tecnologia está ocorrendo com o objetivo de estabelecer o vínculo da escola/professor e professor/aluno no processo de ensino- aprendizagem, através de atividades remotas. 


Por conta do grande número de escolas e da diversidade de comunidades em que estão inseridas, ressaltamos que cada Unidade Escolar tem autonomia para definir a ferramenta/estratégia, que mais se identifica para garantir esse vínculo com a sua comunidade. 


As Unidades Escolares estão elaborando atividades remotas para os alunos com os seus professores e postando em redes sociais, canais do Youtube, Instagram, grupo de whatsApp, em plataformas digitais como o Ambiente Digital de aprendizagem Microsoft, dentre outras ferramentas. Essas postagens são acompanhadas e orientadas pela equipe gestora da escola. 


As Coordenadorias de Educação que atuam em áreas da cidade mais próximas às Unidades Escolares acompanham e orientam a equipe gestora na análise do material elaborado, ressaltando a importância do alinhamento do mesmo com atividade em consonância com o Currículo Carioca e a BNCC (Base Nacional Comum Curricular). 

A elaboração das atividades remotas está ocorrendo de forma voluntária pelos professores, porém compreendendo a importância desse vínculo com os alunos nesse momento. 


Com foi a formação realizada para professores?  


Em nosso município promovemos uma formação em decorrência da parceria com a Microsoft, para apresentação de possibilidades no uso do Teams como uma escola digital. Como já tínhamos o acesso dos professores ao app, por conta do e-mail Rioeduca, identificamos o uso da plataforma como uma nova estratégia para as escolas e professores nesse momento. Diante do exposto foram criados e-mails para todos os alunos da rede pública Municipal de Educação, a fim de viabilizar o acesso. 

A formação se deu em dois momentos, primeiramente com o corpo técnico e pedagógico interno da SME e das Coordenadorias Regionais de Educação (E/CRE). Entendendo que esse grupo dará suporte às Unidades Escolares que utilizam o Ambiente Digital de Aprendizagem Microsoft.  

Em outro momento a formação foi ampliada a todos os professores da Rede Pública Municipal de Ensino, sendo na divulgação registrada que a participação do professor se deu por desejo em conhecer mais uma estratégia/ferramenta. Ainda, foram esclarecidas algumas dúvidas quanto ao uso da ferramenta. 


 Como tem funcionando a rotina de estudos? 


As rotinas de estudos estão ocorrendo com alinhamento das equipes gestoras de acordo com a ferramenta que cada Unidade Escolar aderiu. Essa rotina é divulgada as famílias por variados canais. A SME tem elaborado materiais variados desde jogos, a texto e exercícios por ano de escolaridade e postado semanalmente no aplicativo desenvolvido pela Secretaria, com o objetivo de auxiliar às Unidades Escolares nesse vínculo da aprendizagem com os alunos. 


Esses estudos, tem sido da mesma forma que ensino presencial? Com horários? Como tem sido a interação entre os alunos e professores? 


Não poderemos considerar que as atividades remotas possuem o mesmo caráter das atividades presenciais, diante do tamanho da rede de escolas e da diversidade de alunos e comunidades. Entendemos que as dificuldades existem para a realização das atividades remotas, por este motivo a SME elaborou uma logística para a impressão das atividades e para o envio do material aos alunos que não estão conseguindo acessar as atividades remotas. Mesmo assim algumas dificuldades existem para o encaminhamento do material escrito aos alunos. Algumas parcerias estão sendo realizadas pela SME através de representatividade dos responsáveis (Conselho de Responsáveis), associação de moradores e etc para tentar superar alguns obstáculos para o envio do material. 


Como vocês têm controlado a presença dos alunos nas aulas? 


As Unidades Escolares estão sendo orientadas a acompanharem a participação dos alunos nas atividades remotas, visto que os alunos que não estão participando dessas atividades deverão ter um cuidado e atenção muito maior no retorno às aulas. 


Como a Big Brain tem dado suporte a sua secretaria? 


A Big Brain tem participado da ação desde o início das formações com o corpo técnico e pedagógico interno da SME e das Coordenadorias Regionais de Educação (E/CRE), assim como nas formações com os professores de toda a rede. 


Junto com a equipe de suporte técnico da nossa secretaria também auxiliaram no ensalamento dos alunos e nesse momento estão atuando no suporte às dúvidas e mantendo o bom funcionamento quanto ao uso da plataforma Teams. 


Diversas reuniões ocorreram e estão ocorrendo para o alinhamento das ações pedagógicas e de suporte técnico com a participação da Big Brain.


Quer saber mais sobre como transformar sua instituição de ensino?

Fale conosco e faça como o SME – RJ

Cadastre-se para receber nossas dicas, novidades e promoções.

Nome
E-mail*
Cadastrar
Saiba mais sobre a nossa

Parceria com a Microsoft.

A Big Brain Education é a principal parceira da Microsoft na América Latina focada em transformação e tecnologia educacional.


Desenvolvemos soluções e projetos que visam provocar, transformar e empoderar o ambiente de aprendizagem. 

Com vários cases de sucesso espalhados por todo o Brasil, nos mais diversos âmbitos educacionais, a Big Brain, tem se posicionado ano a ano como parceiro GOLD Microsoft - selo de excelência que conquistou através da construção de projetos incríveis e extremamente relevantes, dentro das instituições de ensino.

Por dois anos consecutivos, a Big Brain foi escolhida pela Microsoft como parceiro do ano na América Latina. O selo AEP Gold (parceiro de educação),
é um prêmio que demonstra nossa constante evolução e inovação, sempre buscando a sinergia entre os processos pedagógicos e tecnológicos.

Microsoft